Tutorial: como aplicar transfer em tecido

como aplicar transfer em tecido

Todo mundo que trabalha ou se diverte com tecidos sonha em fazer suas próprias estampas, personalizadas. Uma maneira prática de fazer isso em casa é utilizando transfer para tecido e impressora. O transfer é uma espécie de papel, que passa para o tecido a figura que você imprimiu. O bom é que é possível lavar, que resiste. Veja o tutorial!

páscoa

O primeiro passo é comprar o transfer. Você encontra em papelarias maiores ou pela internet. No meu caso, usei transfer para impressora laser: Papel Transfer AP17 – Inneo. Depois, é só escolher as figuras que você deseja passar para o tecido. Como a Páscoa está chegando, eu imprimi várias imagens retrôs de coelhos, ovos e pássaros. O papel de transfer costuma vir em tamanho A4, então o ideal é imprimir várias imagens ao mesmo tempo, para aproveitar a folha. Como o transfer precisa ser passado a ferro para deixar a imagem no tecido, eu recomendo que você não faça figuras muito grandes, que vão dificultar bastante o trabalho. O melhor é sempre usar figuras que sejam menores do que o tamanho da base do ferro de passar roupas.

páscoa - colehos, ovos e pintos

Para imprimir as figuras, é importante lembrar de colocá-las espelhadas – ou utilizar esta ferramente na hora de mandar imprimir – para que a imagem não fique invertida quando o transfer for pressionado sobre o tecido.

transfer

Com a figura já recortada, coloque o ferro de passar roupa na temperatura máxima e o transfer sobre o tecido, com a parte impressa voltada para baixo, de modo que fique em contato com o pano. Pressione o ferro sobre ela de 20 a 30 segundos, fazendo força e procurando não mover o ferro, para que o calor não se dissipe.

transfer ap17 - inneo

Aguarde 3 segundos e retire o papel do tecido. Como o ferro de passar deve ser usado em temperatura bem alta, o melhor é utilizar apenas tecidos de algodão, para não correr o risco de danificar ou perder a peça. Depois de aplicado o transfer, é preciso esperar 24h para só depois poder lavar o tecido.

papel transfer - inneo

Eu utilizei algodão cru e o resultado foi bacana, embora algumas figuras não tenham ficado perfeitas. Os erros que a gente pode cometer são: deixar o ferro pouco tempo sobre o transfer ou passar com o ferro ainda frio. Outro problema é deixar muito tempo o ferro sobre o tecido, correndo o risco de queimá-lo. Retirar o papel do transfer muito rápido ou esperar demais para fazer isso também pode acabar danificando a imagem.

papel transfer

Na imagem acima você vê uma figura que não ficou bem feita, porque o ferro estava frio e o papel acabou não soltando totalmente da impressão.

papel transfer - inneo

Nesta outra, a imagem foi retirada cedo demais, impedindo que toda a impressão se fixasse no tecido.

papel transfer

Nesta outra, o transfer ficou perfeito, mas eu acabei queimando o tecido por ter deixado o ferro muito tempo sobre ele.
Mas não se assuste. Eu fiz mais de trinta figuras e somente estas três foram problemáticas. Mesmo assim, não é algo 100% garantido, então eu sugiro que você faço vários testes antes de tentar em uma peça de valor.
Se você não tem impressora laser em casa, pode mandar fazer cópia colorida laser em uma papelaria ou utilizar os serviços de uma gráfica expressa. Nestes casos, leve a figura que deseja passar para o transfer que eles fazem a impressão para você. Ou pode também comprar transfer para impressora jato de tinta. Eu nunca usei os deste tipo, mas acredito que o processo seja bastante semelhante.
Mas já vou adiantando que imprimir o transfer é a parte fácil. O segredo está mesmo em conseguir a temperatura, a pressão e tempo certos, para que o transfer fique bem feito.

Para saber mais:
-Art Hot Transfer
-Uma outra experiência que eu tinha feito com transfer

81 ideias sobre “Tutorial: como aplicar transfer em tecido

  1. Bárbara

    Bah Dani que dica MARAVILHOSA!
    Eu tenho uma pasta só com imagens que achei na web… amei a dica!!!!!
    Ótima forma de personalizar o nosso lar… ainda mais se forem com coisas vintage que amo… afinal ainda é bem dificil encontrá-las por aqui! ;)
    Beijocas querida!!!!!

    Responder
  2. Daniele Autor do post

    É isso ái, Bá :)
    Alessandra, no caso do transfer, acho que é importante mostrar o que pode acontecer, para que ninguém se apovore. No final, dá tudo certo e é bem fácil. Abraços para você também!

    Responder
  3. Cacau

    Estou para fazer isso, pois preciso elaborar umas etiquetas para uns acessórios de moda que vou produzir para este inverno.

    Amei a dica, fiquei com mais coragem de apostar nesse método agora!
    tks & bisous

    Responder
  4. MARISTELA GARCIA

    Meninas vou ser muito sincera, não fica bom, adquirir várias marcas, e realmente nao fica bom, quem dizer que fica bom esta mentindo, na hora pode ate ficar mais ou menos, mais quando é lavado, ele fica todo quebradissiço.
    Já testei todas as marcas, e utilizei várias tipos de impressoras.

    Não quero mais passar pela vergonha de ter que devolver o dinheiro a cliente, pois depois que ela lavou o produto que fiz que continha uma dessas aplicações, ficou todo quebradisso.

    Responder
  5. Daniele Autor do post

    Maristela, eu já usei muitas vezes e só ficou quebradiço quando não foi bem feito. Claro que, depois de centenas de lavagens a cor esmorece e o aspecto fica de algo bem usado – como toda peça muito lavada. Também é lógico que não fica igual a uma impressão de serigrafia, mas ninguém espera por isso. Acho que a melhor utilização é para peças que não serão lavadas nunca ou poucas vezes, como é o caso dos pingentes que eu fiz.

    Responder
  6. MARISTELA GARCIA

    Você me desculpe Daniele, não estou colocando sua palavra a prova, acredito em você, mais comigo realmente não funcionou, gostaria de resaltar que não foram muitas lavagens, tinha produto na pratileira do meu atelie que eu lavei… tratavasse de uma pano, com aplicações no centro… é realmente o transfer ficou danificado.

    Eu não posso dizer para uma cliente minha que não lave… o produto…
    os meus produtos são feitos em tecidos 100% algodão… faço bonecas, e trabalhos em patchwork, e eles não podem ser danificados apos lavagem…. ou manuseio.

    Em alguns casos ate em manuseio… ou seja sem lavagem o transfer ficou meio quebradisso…

    Isso aconteceu com um bloco que apliquei em uma bolsa… realmente nao funciona…. testei varias marcas vendidas no brasil e nos estado unidos.

    O que eu faço e indico as amigas… e o seguite… comprem tecidos importados e recortem os blocos… e aplique… não tem erro…. Fica maravilhoso.

    Responder
  7. Fe Nobrega

    ahhhhhh tava tão animadinha…..até que enfim achei um jeito de por meu desenhos no tecido assim artesanalmente…sem grafica no meio…..Maristela me jogou um balde de agua fria kkkkkkkkkkkkk……..putsssss

    Responder
  8. Pingback: BananaCraft » Pingentes para uma Páscoa shabby chic

  9. Daniele Autor do post

    Maristela, você não precisa pedir desculpa. O que eu quis dizer é que pra mim funciona. Claro que eu não faço para vender, mas acho que você foi radical demais, porque eu tenho muitas coisas feitas com transfer e o resultado é legal. E o que eu quis dizer com não lavar é simplesmente usar a técnica em objetos que não precisam ser lavados mesmo. Os tecidos importados e mesmo os nacionais são muito bonitos e realmente ficam lindos em aplicações, mas o transfer é uma técnica alternativa para personalização e eu continuo achando que vale a pena.

    Responder
  10. MARISTELA GARCIA

    Como falei anteriormente, eu não posso utilizar um produto que eu venha a falar para meu cliente, não dobre, não amasse e não molhe que estraga.

    Você já dobrou ou lavou algo que você fez, utilizando a tecnica do transferer, desafio qualquer pessoa que tenha utilizado a transfer, a dobralo, amassa-lo ou lava-lo, e depois registrar aqui o que aconteceu….

    Então não venha me convencer de algo que comprovei…isto é, realmente, a peça por mais simples que seja, o menor bloco, o menor detalhe, ele conserteza absoluta, ira estragar.

    Não estou aqui para criar polemica, só acho que tenho o direito de registrar a minha opinião e transmitir as amigas, que como eu buscam este espaço democratico para compartilhar dicas e tecnicas.

    Continuo recomendando os tecidos importados, que podem ser adquiridos nos mais diversos sites, e lojas no Brasil.

    Temos que primar pelo qualidade em tudo que fazemos, e mais importante que a venda realizada, é o pós venda, pois a maioria dos meus clientes, são adquiridos em face da qualidade e do acabamento que emprego nos mimos fabricados por mim.

    A maior satisfação é quando uma cliente minha me fala aquela bolsa que comprei de você, esta do mesmo jeito, os bordados estão perfeitos, as aplicações, encontra-se em estado de novas, isso porque eu utilizo e emprego, produtos de qualidade.

    Responder
  11. Daniele Autor do post

    Obrigada, Cynthia. Como você disse, eu estou passando a minha experiência. Se alguém discorda ou tem outra opinião, acho que tem mesmo todo o direito de expressar – tanto que os comentários estão aqui, para todo mundo ler. E as fotos que eu fiz demonstram o que eu estou falando. Beijos!

    Responder
  12. Maricotinha

    Meninas, eu uso o transfer de impressora jato de tinta e fiz uns enfeites para a árvore de natal do meu amigo no ano passado. Deu super certo!

    Claro que teve alguns que não deram muito certo não pois o tecido escolhido não foi o ideal, mas em tecido 100% algodão funcionou direitinho pra mim.

    Acho que depende bastante do tamanho do transfer e do tempo de ferro. Dá pra colocar um tecidinho fino entre o ferro e o tranfer sim. Fiz dessa forma pra evitar de queimar o tecido.

    Acho que vale a pena testar pra verem pessoalmente o que acham. Comprei o pacotinho com 10 folhas para ja’to de tinta na Kalunga e custou R$ 20,00.

    Talvez para etiquetas no viés dê super certo pois é uma área pequena. Vou testar!

    Beijos =D

    Responder
  13. Daniele Autor do post

    Maricotinha, eu nunca usei um tecido fino entre o transfer o tecido. Fico feliz de saber que funciona. E você tem razão, quanto menor, mais fácil de fazer e de ficar bem feito. Beijos!

    Responder
  14. Aleksandro Costa

    Olá a todos!!!
    Estava de passagem por aki, li algumas postagens e resolvi deixar uma dica.
    Eu comecei a trabalhar com transfer a poucos meses e estou amando o resultado. O trabalho fica muito bom se tomarmos alguns cuidados, ler na em balagem como utilizar o transfer é imprescindivel. A marca é importante, mas não essencial. Todas as marcas vao rachar, algumas na primeira lavagem pq depende do modo como se lava, o que recomendo é a 1ª lavagem ser manual após 24hs da impressão no tecido.
    Ai vai outra dica, eu arrisquei e comigo deu certo… Na terceira lavagem a minha imagem rachou, fui passar a camisa e passei o ferro sobre a imagem, bem de leve e a imagem esticou toda emendando as rachaduras e a imagem voltou ao normal e ainda ficou brilhosa, melhor que quando imprimi. Outra dica é quando for passar, utilizar papel manteiga ou teflon sobre a imagem, da o mesmo efeito e não se preocupe não vai agarrar. Então, se quer vender seus trabalhos, vão em frente e explique seus clientes como lavar, manusear e utilizar seus produtos, pq mesmo feito em serigrafia ou silk, tem que seguir algumas recomendações…
    Se quiserem alguma ajuda ou maiores detalhes ai vai meu e-mail/MSN aleksandrog12@hotmail.com

    Responder
  15. Ravena Dias (Doce Violeta)

    Amei essa dica do banana craft (como amo todas as outras! rsrs!). Pesquisei mais na net sobre transfer e descobri que também existem aqueles que servem para impressora jato de tinta, meu caso. Mas não foi tão fácil encontrá-lo nas papelarias, aqui no Rio, liguei para vários locais e só encontrei na caçula. Não sei se tive sorte, mas acertei de primeira o uso do transfer. Não sei se vai rachar com o tempo, quem sabe, pois tudo vai se desgastanto com o tempo, inclusive nossa pele!!! Mas achei o máximo poder usar as imagens vintage que coleciono em meus projetos. Já tenho uma excelente aplicação para essa dica, que é para as lembrancinhas de níver de 80 anos da minha vozinha, usando fotos antigas dela!!! tenho outras idéias, quando colocá-las em prática compartilho no blog e no flickr, pode deixar Dani, te dou um toque!
    Bjs

    Responder
  16. Daniele Autor do post

    Sandro, o transfer, geralmente, é vendido em folhas de tamanho A4. Depois de imprimir, você recorta do tamanho que quiser, de acordo com a impressão que fez. Quanto menor o desenho, mais fácil é de aplicar o transfer.

    Responder
  17. Rodrigo Azevedo

    Ola Pessoal Tava de passagem e vi esse topico, eu trabalho com transfer em tecidos, e posso dizer que funciona sim, mas não do jeito que voces estao fazendo com ferro, se querem algo profissional tem que ter uma prensa termica, com o ferro nao fica na temperatura ideal e ainda pode deixar marcas na roupa, para o seu transfer durar ainda mais recomendo usar tintas sublimaticas, o tecido rasga mas o transfer nao sai, quanto a lavagem todo mundo ja sabe, nao usar alvejante, nao deixar de molho e secar a sombra, espero ter ajudado, abraços!

    Responder
  18. harrison

    Voces, estao querendo uma qualidade que nao encontrarao com tranfer simples nunca, ele sempre vai dar problema, por isso que os profissionais usam tranfers especiais ,tintas especiais, presadoras especiais, independente do tecido ser importado ou nao,prensadoras que nao sao ferro de passar, e que podem ser utilizados em diversos produtos como poliester , acrilico, aco, etc, no algodao fica e nao desbota ou racha , dessa forma, pode ate envelhecer , como qualquer produto que com o tempo se perece, mais nao tem problemas desses que comentaram, nada disso que disseram e realmente valido contra a dani , eu digo para quem criticou o topico da dani, que gentilmente explicou o inicio de tudo de forma esclarecedora que tem que ter um grande credito pois tentou e fez antes de quem veio a criticar, dani esse e o caminho, tem uma maneiraira de deixar esses tranfers mais profisionais se dar problema, voce ta no caminho certo, OBS – quando conseguir ,nao conta, pois ae ta o pulo do gato !!!! qualquer duvida me manda um email nesse email que mandei para poder postar

    Responder
  19. Dani, bacana sua dedicação. Vou tentar o transfer numas necessayre que mandei fazer. É um material “sintético” ou seja… vou ter que tomar o maior cuidado na aplicação caseira. Mas vou fazer os testes sim, e considerar suas opiniões e a dos que participaram. Beijos e que Deus continue te abençoando

    Responder
  20. Comprei o papel transfer da marca PAULIMAQ, e achei que o resultado foi muito bom. Fiz teste no sintético e no algodão. E tenho uma pequena contribuição:
    1) No ferro convencional, ajustar na temperatura máxima. Figuras pequenas: pressionar por 10 segundos e figuras grandes pressionar por 20 seg.
    2) Nas bordas da imagem, pressione com um pouco mais de pressão para fixar bem a imagem
    3) Espere esfriar para tirar o molde
    4) Não esqueça de inverter a impressão (a imagem…)
    5) Na configuração de impressão selecione a opção “PAPEL TRANSFER”, caso a sua impressora não possua esta opção, selecione a máxima mesmo. E lembre-se, que a qualidade do trabalho depende da qualidade da impressão.
    LAVAGEM:
    - Não use cloro nem secadora, e obviamente não coloque o ferro diretamente na impressão.

    Outra coisa bacana e que deve ser observada: existem dois tipos de papel: para impressão em tecidos claros e para impressão em tecidos escuros.

    E… se não der certo na primeira tentativa não desista…

    Comprei a folha por R$3.00, mas no comércio estava na media de R$4,00

    BYE…

    Responder
  21. Pingback: BananaCraft » Festa de casamento – Guardanapos personalizados

  22. ELAINE

    Obrigada, pelas dicas vou colocar em prática, por gentileza alguém sabe onde adquirir o papel transfer, vinil adesivo fotografico, vinil adesivo, para ser comprados em lojas, especializada estou localizada em São Paulo, Capital ou telefone.

    Responder
  23. Fatima

    HÁ MUITO TENHO VONTADE DE APRENDER FAZER TRANSFER EM CAMISETA , E ENCONTREI AQUI UMA BOA OPORTUNIDADE DE APRENDIZADO COM PESSOAS EXPERIENTES NO ASSUNTO. AGRADEÇO SUA DICA , POIS TENHO CERTEZA QUE ELA VAI SER MUITO IMPORTANTE PRA MIM. JÁ QUE A MÁQUINA PR[OPRIA ESTÁ TÃO CARO, VAMOS USAR UM MEIO ECONÔMICO QUE É O FERRO DE PASSAR ROUPA. NADA PROFISSIONAL, MAS… QUEM SABE FUTURAMENTE CHEGO LÁ!
    TENHO UMA DÚVIDA, E QUEM SOUBER ME RESPONDER, PEÇO POR FAVOR FAZÊ-LO
    ATÉ MESMO ENVIANDO UM EMAIL PARA fatmagomess@ig.com.br FICAREI MUITO GRATA.
    DÚVIDA: A TINTA QUE EU USO PARA IMPRIMIR PAPEL SERVE PARA TECIDO?
    OBRIGADA.

    Responder
  24. Andrea

    Gostei da dica, mas gostaria de saber se alguém conhece, tem e-mail , endereço de lojas de transfer no Rio. De preferência com motivo PRAIA. Muito obrigada, Andrea.

    Responder
  25. enio araujo

    Eu gostaria de sabe como faço para tirar o papel transfer de cima do tecido sem que a borda fique folgada ou frouxa.Falo isso pq toda vez que aplico um desenho de transfer no tecido sempre em um dos 4 lados fica solto um canto.Por favor me passem essa dica. Desde ja agradeço.

    Responder
  26. enio araujo

    Se possivel me passem por email todas as dicas que preciso, pois estou começando a trabalhar com desenhos transfer para camisetas.Obrigado.

    Responder
  27. Ca

    Olá!
    sou iniciante no uso do transfer e gostaria de algumas ajudas a respeito!

    procurei o transfer em varias papelarias , demorei mas o encontrei!
    gostaria de saber em qual lado da folha se imprime a imagem (do lado quadriculado ou em branco) e se uma impressora comum como a de computador que temos em casa serve para esse tipo de impressao.

    agradeço se alguem puder me ajudar, e se quanto mais rapido possivel agradeço ainda mais!
    obrigada

    Responder
  28. Rodrigo

    Uma dúvida: por acaso, não haveria a chance/idéia de mostrar como é feita a “Pintura Transfer” em outros materiais (tipo: MDF, vidro)? É que estou buscando cursos sobre tal técnica e é 1/2 difícil de encontrá-la…
    Deixo um e-mail para respostas: rodrigo.arte@yahoo.com.br

    Responder
  29. Marli

    Gente amei os inumeros comentários sobre transfers, gostaria de obter mais informaçõe, como os produtos utilizados, existe hoje uma propaganda sobre uma máquina transfer, alguém tem informação sobre ela, a compactprint, existe algum site? Poderiam me ajudar? Obrigada.

    Responder
  30. lucia amelia

    ola como vai? estava vendo as artes de gabriola achei muito lindo os chaveiros que ela fez com transfer tenho netos e vou fazer com foto deles fique com DEUS e tenha uma semana abençoada bjos

    Responder
  31. LUIZ CARLOS

    Estou comesando a trabalhar com transfer em camisetas, mais esta colmplicado faser omesmo pois não estou conseguindo, inverter as lalavras, não sei qual o programa usar, se puder me ajudar eu agradeço….

    Responder
  32. Stela Maris Cardoso Effting

    Dei uma passada por aqui e adorei as dicas,
    estava precisando de umas informações e
    já foi sanado.
    Muito legal

    Um abraço

    Stela (Stelart)

    Responder
  33. Ana Carolina

    Ola , parabens pelo excelente trabalho , mas vi nos comentários mais acima um rapaz com a mesma dúvida que eu…É Possivel aplicar o transfer em mdf?

    Caso seja possivel gostaria de esclarescer as seguintes dúvidas :

    - que papel usar (de preferencia p/ laser)

    - Imagino que se deva deixar a peça branca e bem lixada antes correto?

    - Caso o tamanho do tansfer seja superior ao tamanho do ferro de passar , como proceder? Faz por partes?

    Agradeço muitissimo se mw derem uma resposta , ou aqui ou pelo meu mail que não me importo em publicar: carolfigueira@oi.com.br

    Abraços a todos

    Responder
  34. Ana Lucia Alves Ferreira

    Como faço para trabalhar com TNT, sem danificá-lo, tentei com o ferro de passar
    mas não prestou, o TNT derreteu.
    Agradecida,
    Ana Lucia

    Responder
  35. Denise

    Oi Dani!

    Adoro o seu site!!!!!

    E a primeira vez que estou fazendo um PAP do seu site, depois de pesquisar bastante sobre o assunto, acho que e uma boa alternativa para a maior durabilidade da estampa no tecido, depois de 24 horas que vc cola a estampa no tecido com o ferro e passar termolina leitosa ou cola pano com a ajuda de um rolinho coloque bem pouquinho a partir do meio em direcao as bordas, acho que dessa forma vai impermeabilizar a estampa no minimo por 10 lavagens, dp disso passa a termolina/cola pano como explicado anteriormente.
    Qualquer duvida me escrevam

    dealamode@aol.com

    bjs

    Responder
  36. Denise

    Ah esqueci de explicar, qdo usa se a termolina leitosa/cola pano tem que deixar secar durante 72 horas e so depois disso lavar a peca/tecido.

    Beijos

    Responder
  37. sandra

    gostei do site aprendi alguma coisa e vou testar.só estou na duvida se este site esta ativo ainda,pois não vi comentarios atuais de 2011.grato

    Responder
  38. claudemara

    oi!!!!!
    Estou procurando exatamente isso, você comentou que queimou um dos tecidos, já trabalhei muitos anos com reformas de roupas, e usava um pedaço de papel vegetal,só cuidado para não pegar fogo, ele amarela quando passa da temperatura assim não queima o tecido, tbém pode ser usado um pano de malha( de camiseta) bem fininho ainda eu uso para passar roupas para não marcá-las,arrumei muito vestido de festa e aqueles apliques para bordado com papel americano que as vezes para aproveitar sobras usava papel vegetal , sempre deu certo.
    Abraço.

    Responder
  39. Marcelo Prates

    Olá,
    Como Químico Têxtil e diante das dúvidas, cabe ressaltar: O transfer para algodão é impresso no papel sobre uma resina termoplástica que adere ao tecido através do calor. O tecido não deve ter qualquer tipo de goma ou amaciantes, pois esta película irá diminuir a aderência da estampa. A pressão exercida com o ferro deverá ser a maior possível, pois você precisa “colar” a lâmina estampada no tecido. Sugiro utilizar uma folha de teflon sobre a estampa ao passar o ferro, isto protege o tecido e você pode manter mais tempo o contato. Após 2 horas da estampagem, mergulhe o tecido numa solução com 1 litro de água e 100ml de vinagre branco, a acidez ajuda a polimerizar (fixar) a estampa, deixe 20 minutos, lave em água corrente e coloque para secar.
    Para algumas situações o melhor é o trasnfer sublimático,
    Tenho várias estampas em transfer sublimático (A4) a R$1,50 cada.

    Responder
  40. Eleandra

    Ola, comprei um transfer sublimático, imprimi na HP jato de tinta tentei transferir para o tecido e não deu certo. Como nunca fiz e não sei como fazer, porque deu errado?

    Responder
    1. Valquiria

      Pq vc tem que usar a tinta sublimatica. Tinta comum não pega.
      Pra usar a tinta comum da sua impressora vc tem que comprar o trasnfer para jato de tinta.

      Responder
  41. Augusto Schambeck

    Oi, queria saber se posso imprimir uma figura nesse papel transfer na minha impressora comum que tenho em casa. E depois? simplesmente passo o ferro atrás da figura sobre a camiseta?

    Responder
  42. Cleonice

    Gostaria de saber se posso imprimir minhas figuras no papel transfer com minha impressora hp deskjet 3050 com a tinta comum usada nela para imprimir em papel, espero ajuda e agradeço. Deus abençõe

    Responder
  43. Arteirices da Liz

    Oie
    Hoje comprei umas folhinhas transfer para tentar fazer umas etiquetinhas artesanais … ai lógico que vim no Banana Craft buscar por algum tutorial…

    Adorei as dicas Dani, vou testar pra ver como fica… se não me sair muito bem, vale a experiência rs… e se não der certo de primeira a gente tenta uma segunda vez, uma terceira… ou desisti kkkk (chocada com alguns comentários) Mas o principal é aprender sempre, adaptar-se ao necessário e mudar as técnicas quando preciso e se divertir muitooooo!!! (Desculpe o desabafo rs)

    Bjokas

    Responder
  44. Renan

    Olá, comprei um pacote de folha transfer Bright para tecidos claros, porem já perdi 3 folhas do pacote e claro, camisetas e outros objetos que foram utilizados na aplicação.

    O problema é o seguinte, eu imprimo o desenho na folha tranfer, recorto os excessos de folha que nao foram usados na impressão, não corto bem rente, pois na embalagem diz para deixar uma margem de 1cm da imagem. Na hora da aplicação o desenho é aplicado perfeitamente na camiseta, porem onde não é o desenho, ou seja, as margens e os dentalhes vazios do desenhos, ficam amarelados, não sei se é a temperatura do ferro, ou alguma outra coisa.

    O que você acha ? pode me ajudar ?

    Responder
  45. deusa

    Gente, acho que se passar uma cola pano adesiva talvez não fique quebradiço ao lavar… ou então, verniz incolor pra tecido, deve existir a venda em loja de material para artesanato.Hoje em dia existe tanta coisa, que alguma solução deve ter para o problema de não estragar um trabalho ao lavar.O certo é testar várias opções antes fazer o trabalho final, assim evita estragar o produto… eu então, so quebro a cara uma vez…rss, sempre gosto de testar antes. Boa sorte pra todas… e parabéns pelo tutorial, é maravilhoso, e vou testar com certeza!!!

    Responder
  46. débora

    alguem me ajude!!trabalho a algum tempo com as fotos e imagens na almofada mas agora to tendo pedidos de uniformes mas dai eu faço os eslogan no word e eu imprimo varios eslogan em uma folha só de transfer pois os eslogan são pequenos e dessa forma eu economizo !!!mais na hora que eu vo passar para acamiseta n sai só as letras como deve ser sai um emborachado no fundo e n fica um bom resultado sera que é na hora de imprimir?agradeço se alguém puder me ajudar

    Responder
  47. Edelize

    Usei o transfer para impressora jato de tinta na camiseta branca 1OO% algodão ficou perfeito só tenho medo de lavar vou usar a termolina eu fazia isso quando pintava camisetas com tinta acrilex e dava certo. A idéia é fazer camisetas que a pessoa va usar menos tempo como eventos de igreja aniversarioe etc. A pessoa vai usar menos lavar menos e nós vamos ter menas reclamações.

    Responder
  48. Lidiane Gregorio

    Pessoal, comecei a trabalhar com transfer e esta dando super certo . Mas como tudo tem regras e um trabalho legal tem que ter a prensa termica onde ajustamos temperaturxtempoxpressao por isso que para uma boa finalizacao nao da para fazer no ferro.
    e nao tenho nenhuma reclamacao

    Responder
  49. Natalya

    O melhor seria se você tivesse usado tecido de composição de poliéster e não de algodão que a tendencia é realmente só queimar o tecido.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>