O cenário craft na Inglaterra

Hobbycraft-Plymouth-1_340

A Claudia Virgilio deixou mais uma ótima sugestão de post: comparar o cenário craft aqui na Inglaterra com o que se vê no Brasil. “Uma sugestão pros seus posts: o craft e a visão que as pessoas têm dele aqui e aí – pelo que vejo nos blogs e sites é um tanto diferente, não? por ex., essa coisa de que só ‘gente mais velha’ faz, e as tendências: percebo que no exterior (principalmente EUA e Inglaterra) as peças são muito mais ‘a nossa cara – blogueiras’ do que o que vemos aqui, incluindo a pouquíssima qualidade da maioria das nossas revistas e a falta de armarinhos e afins – estabelecimento praticamente enterrado…). Aliás, a imensa maioria das boas publicações de livros e revistas nessa área é inglesa, não?!”, comentou a Claudia. Eu adorei o tema e aqui está o post, com a minha opinião.

Continue lendo

Tutorial: flor de crochê muito fácil de fazer

crochetflowertutorial1

Minha mãe queria saber como fazer flores de crochê rapidinhas, porque ela precisa de muitas, pra ontem. Eu prometi postar o tutorial aqui e estou cumprindo – com alguns dias de atraso, é verdade! Mas, na verdade, eu já tinha falado, há um tempão, que ia mostrar como fazer e nunca tinha tempo, lembra? Então aí vai, o primeiro tutorial do BananaCraft dedicado à minha mãe ;)

Continue lendo

Para imprimir (para o chefe): calendário 2015

calendário 2015

Final do ano chegando, já recebi pedidos do tradicional calendário para imprimir. Com espaço para anotações, claro. Como sempre, vou fazer mais de um. Essa primeira versão aqui é a mais tradicional de todas – aquele calendário que você imprime para o seu chefe, sabe qual?

Continue lendo

De longe, olhando para o Brasil

Regents-Canal-Brazil-007

Meus últimos posts aqui no blog foram falando sobre as minhas impressões sobre a Inglaterra. Esta semana, pensando nisso, me dei conta de que tem um outro lado que eu nunca comentei aqui: a visão que as pessoas de fora têm sobre o Brasil. Se você pensou em samba, mulher, Rio de Janeiro e futebol, quase acertou o alvo. Porque não é bem assim, mas chega perto.

Continue lendo